Ele Não Sabia de Nada

A estória descrita em "Ele Não Sabia de Nada", se passa, entre o fim de 2006 e o começo de 2007, em um ambiente de conflito mundial, com ranço de guerra fria. Os países estavam revendo suas políticas e os círculos de influência haviam mudado de lado.

Pessoas de três famílias; uma italiana, uma coreana e uma norueguesa, acabam tendo em comum um assunto que não tem paridade com a sua história de vida, mas que, num determinado momento, são envolvidas como em uma teia de aranhas, e passam a ter um problema real para resolver que pode levar suas vidas para uma posição confortável ou para a sua destruição.

Até que ponto um homem pode ser submetido a pressões internacionais sem perder completamente o controle da situação?

Como fatos ocorridos no passado podem afetar a vida das pessoas no presente?

Como o domínio completo das tecnologias do uso do nióbio e do grafeno poderão afetar o mundo?

Em um ambiente com personagens ficcionais, Paulo Aquino transita por fatos históricos reais, que ocorreram em vários períodos e em vários países, culminando com a produção de um produto de grafeno que pode mudar a história bélica, causando a cobiça em vários países que estão constantemente vivendo situações de conflito, reais ou fictícias. É uma viagem por fatos que não são verdadeiros. mas que poderiam ser, pois as ameaças e oportunidades descritas são absolutamente todas reais.

R$22,00