NADA A VER CONTOS BREVES - 2018

Este livro, de certa forma, é uma continuação do texto de "Contos Breves Sobre Nada" e, como aquele, tem a pretensão de que seja lido em voz alta, como aquelas cartas que você recebe de parentes que moram muito distantes, e as pessoas da casa também querem saber as novidades nela contidas. É como se fosse uma carta enviada sem esperar resposta de quem recebe.

Você encontrará um texto amador, extraído de um baú de lembranças e registros da vida de alguém que cresceu nos anos sessenta e setenta, e passou para a "melhor idade" cheia de dúvidas sobre o valor da caminhada e dos resultados obtidos dela. Retrata a vida, sob o ponto de vista de uma criança comum que virou um homem comum e que, ao morrer, certamente não deixará legado e em pouco tempo será esquecido, mas que espera ter proporcionado a alguém desconhecido momentos de reflexão sobre como foi viver naquela época de tanta agitação, muito diferente daquela que vivemos hoje, na qual só conseguimos ter pequenas alegrias.

Este livro contém os seguintes contos:

Tubinho; Eletroencefalograma; Caixa d'água; Polos opostos; Fotonovela; Feira hippie; Carlinhos; Tempo perdido; Corrente; Época errada; Parada quinze; Bailinho; Incompatibilidade; Bateria; Retornar; Escolher arroz; Dieta mediterrânea; Transparência; Mercurial; Sorvete; Profissionalismo; Feiura revelada; Pés no chão; Fim de festa; Nada a ver.  

R$22,00
Please select variants first